Estratégia básica para Rush Poker

fevereiro 1, 2011
Retirado do fórum twoplustwo
Traduzido por Danilo Telles – MaisEV

A idéia básica do Rush Poker é que após uma mão ser finalizada ou o jogador resolver descartá-la, ele será instantaneamente levado para uma mesa aleatória, onde será colocado em um assento também aleatório.

Para acelerar ainda mais o jogo, não é necessário esperar a ação chegar até o jogador para desistir de uma mão, bastando apenas apertar o botão “Quick Fold” para ser movido para outra mesa.

A maior diferença entre os jogos comuns é que por estar sempre mudando de mesa, você não tem muitas leituras do seu oponente, então é necessário diversos ajustes, vamos a eles:

1) SEJA EXPLORÁVEL. Esta é a chave para tudo. Da mesma forma que nós não temos grandes leituras dos oponentes, eles também não tem leituras nossas. Normalmente, até mesmo os fishes entendem rapidamente (pois só estão jogando uma mesa) se nós apostarmos 1/2 do pote em cada c-bet em que não acertarmos o flop e o pote em todas as c-bets que acertarmos . Não mais. Então jogue de maneira terrivelmente explorável onde você aposta muito com mãos fortes e pouco com seus blefes e mãos fracas.

No pré-flop, nós agora podemos fazer nossos steals do button 3bb, ou até mesmo 2.5bb quando temos mãos fracas como 68s e 4bb ou até mesmo maior quando temos mãos com um bom valor. Nossas c-bets deve ser quase o pote sempre que for por valor e consideravelmente menos quando forem blefes. Dar c-bets de 1/3 do pote com o board A83r, que é super “dry” não é problema nenhum quando temos 9Ts e apostar o pote quando temos AQ é ótimo.

2)ROUBAR BLINDS. O jogo fica MUITO tight. Já que qualquer um pode apenas clicar o botão de fold e ter uma nova mão, as pessoas, inclusive o fish, tem a tendência da foldar milhões de vezes. Esta é uma verdade pré-flop, mas também é uma verdade pós-flop. Isto tornou o jogo a epítome do weak tight e nós sabemos exatamente como combater isto: roubar muitos blinds. Podemos abrir muito nosso range de SB/BTN/CO e até mesmo midlle position. Enquanto muitos vêem uma mão como Kxs ou Q7o ou qualquer que seja como um fold instantâneo no BTN, nós devemos esperar e ver se chega em fold até nós para definitivamente roubar. A maior parte do tempo as pessoas no SB e BB não estão mais na mesa e foldaram instantaneamente 10 segundos atrás. Então roube ainda mais do que o normal. Da mesma maneira, esta mentalidade weak tight parece que se estende ao flop, pois cbets ganham um impulso adicional no valor, então você deve fazer muitas c-bets lights pequenas, em posição ou não.

3)VALOR. O que é interessante é que as pessoas que estão jogando agora mesmo, parecem estar cometendo a maioria de seus erros pós-flop. Se vê tão poucos flops que quando alguém finalmente acerta um par alto no flop, simplesmente não deixam passar. Eu fiquei completamente chocado pelo montante de call downs light que vi, com relação a um jogo normal de NL25 ou NL50. O resultado, eu creio, é que second barrels de fato ganham um pouco menos de valor do que em um jogo normal, mas este pouco valor a certa altura ganha mais valor. Desde que não nos preocupemos com o equilíbrio ou metagame ou qualquer que seja o valor em double barreling contra regulares, para “equilibrar” nosso jogo e tentar ajudar a chegar à ação mais tarde, está tudo acabado.

Assim como o jogo normal, a idéia básica é sempre ir atrás de valor, valor, valor. E por causa desta mentalidade passiva, os escapes do jogo e a habilidade de jogar de maneira explorável, podemos alcançar grande valor só com pote, pote, shove mão após mão, quando fazemos TPTK ou dois pares ou qualquer coisa dependente do board. Não hesite em ir atrás de valor, mesmo se for pouco.

4) LEITURA. Infelizmente nossa leitura é reduzida, mas nós podemos ainda assim conseguir muitas boas leituras. Primeiro e mais importante é tamanho do stack. Se as pessoas não estão entrando com stack completo, elas são fish, de um jeito ou de outro, é apenas um fato. Nós podemos presumir que eles são mais loose passive do que a média e devemos ir em busca de mais valor e menos blefes contra esses jogadores. Da mesma forma, se alguém tem um stack realmente grande, geralmente é um bom jogador. Normalmente um bom regular tem algumas mesas onde ele dobrou, algumas mesas onde ele perdeu dinheiro e está com buy-in máximo, portanto é difícil dizer pelo tamanho do stack se o cara é bom… ele pode ser e apenas não ter vencido nada ainda. Entretanto agora, por causa do jogo correr tão rápido, com tantas mãos, os bons jogadores aumentam seus stacks muito rápido. Essa é a mesma idéia de conhecer o tamanho de stack “médio” de um multitabler e usar isto como um indicador. Então grandes stacks – bom, stacks pequenos – mau.

Outras boas leituras são leituras do tamanho da aposta, tais como, pessoas dando limp pré-flop, ou dando raise não-padrão do tamanho do pote do flop padrão, como minibetting ou com miniraise ou qualquer outro. O timing conta, o nome conta, etc. Vocês já sabem tudo isso, mas a questão é que antes nosso HUD nos diria que o cara é fish e perguntaríamos como lidar com o que descobrimos. Agora estamos usando tells para determinar que o cara é um fish, mais provavelmente que se encaixa no perfil padrão de um fish como loose passive que supervaloriza par alto, e então tirar vantagem disso, baseado em suas indicações limitadas. No entanto, vocês sabem que, se temos um cara que não entra com buy-in máximo e dá limp, as chances dele ser um fish loose passive são tais que não precisamos de HUD para confirmar isto.

Além disso, quando for para roubar, devemos tomar o tempo necessário para olhar para os jogadores à nossa volta, especificamente o tamanho do stack. Se tivermos dois short nos blinds, não queremos aumentar com 46s. Se tivermos dois fullstacks provavelmente devemos. Leve o tempo necessário para avaliar a situação, espere chegar em fold até você com aquelas mãos lixo, e tome a decisão de roubar ou não que será mais lucrativa do que apertar o botão de FOLD e esperar para ver AA na próxima mão.

Anúncios

7 Sinais de que você é um TAGfish

janeiro 24, 2011
Escrito por Daniel Skolovy – pokerlistings
Traduzido por mau.romero – Fórum MaisEV

Todo mundo sabe que o jogos online de hoje estão povoados de jogadores tight-agressive (conhecidos como TAGs). Mas junto com esses bons TAGs, há um crescente número de breakeven ou pequenos perdedores regulares conhecidos como TAGfish.

No geral, pode ser díficil de distinguir um TAGfish de um regular vencedor. Ele entra com o buy-in cheio e joga todas as mãos. Ele tem stats decentes e joga o que pensa ser o “bom poker”. Mas ele parece não conseguir vencer. Isso porque há mais coisas no poker além de ter boas stats.

Poker é um jogo de pensamento. Você não pode apenas imitar o que leu e tornar-se um robô que imprime dinheiro. Você tem que ser capaz de aplicar o que aprendeu e tomar boas decisões cada vez que a ação chegar a ti. Um TAGfish não faz isso. Ele simplesmente joga o mesmo jogo todo dia, não importa a situação. Ele eternamente perde ou fica breakeven, pensando que ele é o jogador mais azarado na face da Terra.

Estes são os sinais que você é esse cara:

1) Você pensa sobre o range de seu oponente, mas nunca sobre o seu

Todo mundo sabe que você deve tentar colocar seu oponente num range. Essa é uma das habilidades mais fundamentais no poker. Mas um TAGfish não pensa sobre seu próprio range. Seu oponente irá jogar a mão um pouco diferente de acordo com o que ele pensa que você tem. Você nunca será capaz de colocar seu adversário em um range preciso a não ser que primeiro pense sobre seu próprio range que também é percebido.

2) Você aplica mal as habilidades que tem aprendido

Um TAGfish tenta aprender a jogar poker melhor. Ele assiste vídeos, lê artigos e estuda o jogo extensivamente. Mas ele aplica mal as informações que aprende. Ele irá aprender que fazer CBets e desistir é ruim, então ele vai atirar second barrel toda hora. Ele irá aprender a explorar jogadores que fazem CBets demais, pagando no flop e usando o Float no turn. Mas ele irá fazer o Float com air total ao invés de mãos com no mínimo um gutshot ou com capacidade de backdoor. Ele irá aprender que 3Bet light é lucrativo, mas ele irá fazer sem levar em consideração que seu oponente paga 3Bets freqüentemente. E ele ainda fará isso com as mãos erradas. Ele apenas aprende metade das habilidades. Ele sabe o que fazer, mas ele não aplica quando ele deveria estar fazendo e com quem ele deveria estar fazendo contra.

3) Você paga com o mesmo range no CO como se estivesse no BUT

Um TAGfish trata o CO e o BUT como posições idênticas. Se um oponente aumenta do UTG, ele irá pagar no CO com 96s achando que é perfeitamente correto porque ele irá estará jogando o pote em posição. Mas isso não é apenas o caso. Você tem ainda mais um jogador pra agir após você e se ele for um dos bons, ele pode fazer de sua vida um inferno. O BUT pode dar uma 3Bet impune, a não ser que você pague com sua mão fraca e especulativa. Ele pode pagar agora e roubar o pote nos pós-flop devido a sua posição e ainda pode puni-lo após o flop. Quando bons TAGs abusam no BUT, um TAGfish permite ser abusado pelo BUT.

4) Você superestima seus impled odds

Um TAGfish pensa que toda vez que ele tiver nuts irá ganhar um stack. Ele pensa que se ele pagar dos blinds com um pocket pair e acertar um set, irá ganhar todo o stack do adversário sempre. Então ele paga com suas mãos especulativas pré-flop, check-flod quando erra e, quando finalmente acerta aquela grande mão, ele faz o oponente correr. Ele sangra todo o dinheiro tentando acertar aquela mão e quando acerta, ele nunca faz o dinheiro voltar.

5) Você tem leaks pós-flop

Um TAGfish normalmente joga bem o pré-flop. Ele tem essa parte do jogo bem definida. Ele sabe que não pode dar limp abertamente com Q9o e ter lucro. Ele sabe que AK precisa de um raise por valor, etc. Mas uma vez que o flop vem, seus erros começam a aparecer. Saber quando largar uma mão pré-flop é fácil. Mas saber quando distinguir top pair, bad kicker não é. Saber quando atirar double barrel e triple barrel é difícil. Um TAGfish joga suas próprias cartas freqüentemente e as situações e seus adversários nunca o suficiente.

6) Você olha pra cada decisão como uma coisa separada

Um TAGfish se vê envolvido uma decisão difícil e pensa: “Cara, esse spot é uma merda. O que diabos eu faço?” Realmente, não é apenas o que ele fez agora que o colocou nesse spot, e sim o que ele fez mais cedo na mão. Ele não teve um plano em mente. Ele apenas age e imagina esse momento fora daquele anterior. Ele joga poker reativo ao invés de pró-ativo.

7) Você tilta demais

Um TAGfish não tilta de verdade “5Bet com 85o”, ao pé da letra. Mas quando ele está perdendo, ele definitivamente não joga seu melhor. Ele apressa decisões. Ele desliza no piloto automático. E, pior de tudo, ele joga muito tempo. Um TAGfish ama tentar engrenar e irá jogar o dia todo tentando isso (com o game C ainda). Ainda quando ele tem um lucro no dia, ele irá desistir mais cedo e jogar pequenas sessões, fechando uma pequena vitória.

Se isto se parece muito com você, não se preocupe. A síndrome TAGfish tem cura. A resposta: concentre-se em fazer a melhor decisão toda vez que a ação chega a ti e use seu tempo. Às vezes, a melhor jogada não trará resultados agora. Mas se você fizer seu melhor para pensar sobre os benefícios de cada possível decisão, você estará fazendo mais decisões corretas que erradas. Se você quer ganhar m mais dinheiro (e parar de ser um TAGfish) isso é exatamente o que você precisa para começar.




Tornando-se um grinder

janeiro 15, 2011
Escirto por Jared Tendler
Trraduzido por Clube do Poker

Dusty “Leatherass” Schimidt é um dos grandes “grinders” do mundo online, e constantemente perguntam à ele como é possível jogar tanto poker (Mais de 1 milhão de mãos por ano! E mais de 7 milhões nos últimos 4 anos).

Pergunte à Dusty e você receberá apenas meia resposta. Não que ele esteja escondendo algo, ele apenas não sabe inteiramente como ele consegue. Dusty é como outros grandes esportistas profissionais, com tremenda habilidade, mas sem entender por completo porque são assim.

Se você quer grindar, assim como ele, não é suficiente entender o que Dusty faz hoje, mas também o que ele fez para chegar onde está. Isso não aconteceu do nada, é algo que foi trabalhado dia após dia.

elky grind poker bertrand poquer grospellier
“Elky” – o Starcraft e o Poker tem muito em comum quando o assunto é disciplina.

O grind é uma habilidade reservada aos que tem disposição para trabalhar seu jogo. Não é algo que Dusty, ou qualquer outro, tenha nascido com. Isto foi aprendido.

Aqui vão algumas das características principais que um grinder precisa ter:

1 – Dedicação. Muitos não sabem, mas a habilidade de jogar sessões monstruosas que Dusty tem, veio do golf. Acertar centenas de bolas de golf por dia requer o mesmo nível de dedicação que o poker, e Dusty faz isso desde os 8 anos. Dedicação exige consistência, especialmente quando as coisas vão mal. Seja indo bem ou mal, seja cansado e sem foco, confuso e cheio de dúvidas, ou fazendo move up em stakes e runnando super bem, dedicação significa aplicar-se ao jogo todos os dias, não importa o que aconteça.

2 – Corra atrás. Dusty estava disposto a trabalhar duro pelo seu sonho de ser bem sucedido. Seja o poker ou no golf, quando ele põe algo em mente, ele quer ser bem sucedido ao máximo. Essa determinação fez ele correr atrás de seus sonhos como poucos. Você não precisa mirar o top do highstakes, mas, acima de tudo, precisa correr atrás do que você quer.

3 – Maratona. Grindar requer uma capacidade mental comparável à capacidade física para disputar uma maratona. É importante desenvolver sua mente para que ela se torne capaz disso. Quando Dusty começou a jogar poker, ele já tinha a mentalidade preparada para essas sessões gigantescas. Freqüentemente os jogadores acreditam que grindar é fácil, criam muitas expectativas e acabam caindo muito rápido. Se você criar muitas expectativas tão cedo, sua mente irá quebrar, assim como seu corpo caso você decidisse correr 30 km, quando seu corpo agüentaria apenas 5. Pense em moldar os músculos de seu cérebro baseado no que você pode fazer, não no que você quer fazer. Então, se é fácil para você jogar uma sessão de 90 min., acrescente mais 10 ou 15 minutos. Quando 100 minutos forem fáceis para você, adicione mais 15. Repita este processo.

4 – Pressione a si mesmo. Trabalhar os músculos da mente significa que será preciso pressionar a si mesmo quando estiver cansado, tiltado, distraído, ou qualquer outro motivo que leve a tempos difíceis nas mesas. Poucos notam que esses momentos acontecem quando estamos no processo de aprendizado do grind. Desistir é fácil. Aprender a grindar é difícil. Esforce-se ao máximo, e o grind logo se tornará fácil.

5 – Descansando. Para correr mais longe, você precisa de músculos mais fortes e maiores, para grindar por mais tempo, você precisa de mais neurônios (os músculos do cérebro). Tanto músculos quanto neurônios crescem quando descansamos, não quando treinamos. Se você quer um cérebro maior, você precisa treinar e depois descansar. Descansar significa ter um tempo longe do poker e dormir de forma correta. E, depois de um dia em que você realmente se esforçou nas mesas, descansar ainda mais. Seu cérebro precisará disso.

6 – Automatização. De todas as decisões que Dusty toma na mesa, menos de 3% necessitam de pensamentos mais elaborados. Com 7 milhões de mãos para trabalhar, tiveram poucas situações que desafiaram ele. A maioria foi automática. Decisões que requerem pensamentos elaborados consomem energia mental. Dusty grinda de forma fácil, por que ele sabe poupar sua energia mental, usando apenas uma fração do que a maioria dos jogadores usa. Ele pode jogar mais, jogar mais mesas, jogar mais mãos gastando muito menos energia do que um jogador normal usa. Tomar decisões de forma automática sem jogar 7 milhões de mãos é complexo. Duas dicas para isso são: 1) Mantenha-se continuamente focado em eliminar pequenos erros; 2) Revise decisões difíceis. Você aprenderá muito delas.

7 – Removendo erros mentais. Problemas como tilt, ansiedade, foco, motivação, etc, podem ser postos de lado para grindar, mas apenas por pouco tempo. Fora o estrago que eles podem causar em seu jogo, eles causam uma perda colossal de energia. Se você quer jogar uma quantidade gigante de mãos, eles precisam ir embora.