Psicologia no Poker

Retirado do Clube do Poker

Quanto mais competitivo se torna o poker, maior é a necessidade de achar fraquezas em áreas onde outros jogadores não costumam olhar.

A psicologia é uma dessas áreas, porque o número de jogadores que a desprezam ainda é maior do que o número daqueles que realmente dão valor. Não faz muito tempo que os jogadores vencedores não precisavam trabalhar com fatores como tilt, foco, motivação, confiança, etc. Mas isso mudou.

O grande número de jogadores, associado ao material de qualidade sobre poker disponível hoje em dia, exige que você explore um lado não muito visado do poker para ter vantagem sobre seus oponentes: o lado mental.

phil hellmuth wsop poker artigos poquer online live

Melhorar seu lado mental no jogo acontece conforme você melhora suas técnicas e habilidades. Tudo se resume a elaborar uma estratégia baseada em informação de qualidade, e como o lado psicológico nem sempre é tão obvio, a seguir listarei 6 (de muitos) importantes fatores onde a psicologia é importante em seu jogo.

1. Situações de Tilt

O dinheiro jogado fora por jogadores em tilt é um lugar estranho para achar oportunidades, mas pode ser um dos melhores, caso você saiba como tirar vantagem dele. Poucos são os jogadores que notam que erros realizados durante o tilt, sejam eles estratégicos ou mentais, na verdade não são causados pelo tilt. O tilt apenas revela os erros. É como se o tilt destroçasse as defesas de seu jogo, deixando visíveis e vulneráveis os seus pontos.

Quando você entra em tilt, o excesso de emoção derruba sua habilidade de pensar; conseqüência de uma reação natural presente no cérebro de todas as pessoas do planeta. O fato de você perder a capacidade de pensar corretamente é a razão pela qual o tilt é um problema tão grande.

Sem pensar direito, as terríveis decisões que você faz durante o tilt mostram os piores hábitos/decisões de seu jogo. Mesmo que essas terríveis jogadas pareçam óbvias e básicas para o seu atual nível de jogo, cair nelas mostra que você ainda não as dominou completamente.

Claro que o melhor é não cair no tilt, mas enquanto você não se “blinda” 100% contra isso, fique atento aos seus erros… e também aos dos oponentes, quando eles entrarem em tilt.

2. Jogando mais mesas e mais horas do que possível

Se o máximo de peso que você consegue levantar são 150 libras, seria suicídio tentar levantar 250 libras; mesmo assim é comum vermos jogadores tomarem atitudes parecidas com essa, jogando mais mesas e horas do que realmente pode. Claro que pode parecer razoável para você jogar 4 horas quando você só pode jogar 2, ou jogar 12 mesas quando só pode jogar 7. Mesmo assim você não deve fazer essas loucuras. Talvez uma vez ou outra, quando as estrelas se alinharem perfeitamente (um dia com clima perfeito, com seu jogo fluindo bem e as mesas cheias de fish), porém isso requer muito trabalho mental.

Pense nisso como um treino ou malhação. Então, comece com o que você “aguenta”, e com o passar do tempo vá adicionando mais mesas e horas em seu jogo. Se em média suas sessões duram 2 horas, depois de uma ou duas semanas, comece a adicionar 10~15 minutos a partir da terceira semana. Quando estiver confortável, adicione outros 10~15 minutos.

Mantenha o ritmo e em um ou dois meses você estará jogando de 3 a 4 horas. O mesmo é aplicado ao número de mesas.

3. Variância acontece

A questão não é se a variância aparecerá, porque ela vai aparecer! A questão é como reagir a ela. Seja em uma grande seqüência de bons resultados ou terríveis jogos, o principal problema da variância é que ela afeta a sua confiança. Com bons resultados você pode se sentir o deus do poker, já com péssimos resultados você pode se sentir exatamente o contrário.

A razão pela qual a confiança está perfeitamente alinhada com seus resultados é a forma como você avalia a qualidade de seu jogo: Baseado nos resultados. Claro, dinheiro e resultados são o que mais importa – mas é sua habilidade que produz esses resultados a longo prazo e é nela que você deve focar.

Para fazer a mudança de foco – priorizar as habilidades ao invés dos resultados – você precisa avaliar a qualidade de seu jogo depois das sessões. Não é preciso de muito, cerca de 15 minutos é o suficiente. Em dias onde você perdeu, mas notou durante a revisão da sessão que jogou de forma correta, fique feliz! Você diminuiu suas perdas, e isso é uma grande vitória.

4. Fazendo progresso

Melhorar seu jogo raramente será feito de forma linear. É parecido como um carro com problema de motor: muitas paradas e partidas, arrancando às vezes e ocasionalmente ficando completamente parado. Deixando a variância de lado, seu progresso não deve ser dessa maneira. Tendo conhecimento do processo de melhora você pode manter sua curva de aprendizagem movendo-se sempre para cima, minimizando as subidas e descidas bruscas.

Pela maior competitividade de hoje, o trabalho duro não é mais suficiente para conseguir esse progresso. Você tem que ser mais esperto e mais eficiente. Este é um assunto que renderia um livro inteiro, mas eu gostaria de ressaltar alguns coisas:

1 – Dar um passo para frente e um passo para trás – É assim que ocorre o progresso. Cada passo para trás é uma chance de provar que seus pontos fracos melhoraram. E cada passo para frente é uma chance de provar que seus pontos fortes estão ainda melhores.

2 – Liste seus erros (estratégicos e mentais), e analise depois das sessões. Assim você poderá focar na melhoria de cada um deles. Faça isso consistentemente, alguns meses depois você poderá ver uma grande melhoria no seu jogo.

3 – Revise todas as mãos que você encontrou problemas, não só as que você ganhou ou perdeu mais. Marque-as quando acontecerem, assim você poderá encontrá-las facilmente depois da sessão.

5. Cria sua “zona”

O clima perfeito para o jogo não aparece do nada. Ele ocorre por uma boa razão. A “zona” – o lugar de extremo foco, presença perfeita, e grande jogo .

Para alcançar este “nirvana” do poker você precisa remover qualquer coisa que retire sua atenção. Todo tipo de distração (internet, telefone, tv, etc) e também o tilt. É mais fácil falar do que fazer, mas se fosse fácil à recompensa para seu jogo não seria tão grande.

Você também precisa se preparar para isso. Para que a você chegue nesta zona com consistência você precisa focar sua mente apenas no poker. Comece a trabalhar sua mente antes de começar a jogar, assim você já estará nesta zona quando as cartas forem dadas. Para mais informações nesse sentido, recomendamos dar uma lida neste artigo.

6. Fazendo Moving Up.

Subir de stacks não deve ser tratado com desespero. Algo como “vencer ou morrer”. O objetivo é estabilizar seu jogo no novo nível assim como você fez no nível anterior. Esta sutil diferença tornará você mais agressivo ao tentar alcançar o novo nível e automaticamente aumentará o prazo para a expectativa de sucesso de sua subida. Estes dois fatores reduzem a pressão. E como você não está apenas tentando alcançar bons resultados imediatamente nesse novo limite, seu foco estará em melhorar suas habilidades o suficiente para competir com os jogadores regulares, e assim você realmente irá aprender mais rápido.

Então, ao invés de apenas subir de nível e torcer para se dar bem lá, considere os seguintes pontos:

1 – Identifique fraquezas que não eram prioridades nos níveis mais baixos

2 – Estude outros jogadores para aprender a maneira como eles jogam

3 – Jogue menos mesas para ter maior foco.

4 – Mantenha-se agressivo e focado em melhorar suas habilidades.

Preocupando-se apenas com sua habilidade, o lucro virá naturalmente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: